???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/695
Tipo do documento: Tese
Título: ENSINO MÉDIO PÚBLICO: FORMAÇÃO HUMANA OU PARA O MERCADO?
Autor: Brito, Wanderley Azevedo de 
Primeiro orientador: Carneiro, Maria Esperança Fernandes
Primeiro membro da banca: Barrio, Juan Bernardino Marques
Segundo membro da banca: Brzezinski, Iria
Terceiro membro da banca: Baldino, José Maria
Quarto membro da banca: Barbosa, Ivone Garcia
Resumo: O presente trabalho é resultado de uma pesquisa desenvolvida entre 2009 e 2011, no Programa de Pós-Graduação em Educação, como exigência para a defesa de Tese de Doutorado pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás PUC-GO. A questãoproblema desse objeto de estudo é analisar se o Ensino Médio público propedêutico brasileiro propicia formação humana ou para o mercado de trabalho. A luta entre capital e trabalho está explicitada no modelo econômico brasileiro que, em seu processo contraditório vem combinando Ensino Médio profissionalizante e propedêutico, com políticas públicas de investimentos desiguais. No contexto geral da reestruturação produtiva, determinados conhecimentos antes desprezados, como facilidade de comunicação, de compreensão de textos e de raciocínio abstrato, são considerados importantes fatores de produção. Os trabalhos de Marx (1968, 1978, 2006 e 2007), Marx e Engels (1965), Kuenzer (1988, 1997 e 2000), Saviani (1984, 2005), Chauí (1980), Bourdieu (2010), Antunes (1995, 2001, 2004, 2006, 2009), Bruno (1996), Enguita (1993), Frigotto (1995, 2001, 2009), Gentilli (1995), Paiva (1995), Ponchmann (2004, 2009), Boito (2005), Bardin (2004), Laville e Dione (1999) e Triviños (1987), constituem o aporte teórico utilizado para análise do problema proposto. A dialética materialista foi escolhida como método que orienta o presente estudo. O universo da pesquisa é formado por trabalhadores do setor terciário, especificamente das áreas de comércio e serviços, que realizaram seus estudos em escolas públicas da região metropolitana de Goiânia, a partir do modelo de Ensino Médio propedêutico. Na avaliação dos trabalhadores participantes da pesquisa, a escola pública de Ensino Médio não possibilita a compreensão e o domínio dos fundamentos e princípios científicos e tecnológicos dos processos produtivos, principalmente aos conhecimentos mais complexos que podem possibilitar maior autonomia ao trabalhador, tais como: compreensão e interpretação de representações gráficas complexas; melhores condições para avaliação e intervenção sobre a realidade de trabalho; aptidão para buscar e selecionar informações e construir novos conhecimentos; domínio e interação com as novas tecnologias; habilidades para solucionar problemas complexos em situações inesperadas de trabalho. Os resultados indicam que o Ensino Médio público propedêutico continua excluído do conjunto de reformas estruturais do sistema educativo, sustentado por um modelo socioeconômico que promove a subordinação e a precarização da classe trabalhadora ao capital, a partir do aumento da extração da mais valia. A Lei 11.741/2008, que separa os objetivos do Ensino Médio e da Educação Profissional Técnica de Nível Médio, reduz o Ensino Médio público propedêutico a uma subcategoria, mantêm a dualidade desse nível de escolaridade e impede a possibilidade de implantar um modelo educacional com formação omnilateral, unitária e politécnica para a maior parte da classe trabalhadora.
Abstract: The present work is the result of a research conducted between 2009 and 2011 during the Graduate Program in Education; it was a requirement for the defense of PhD thesis at Catholic University of Goiás - GO-PUC. The aim of this study is to analyze whether the Brazilian propedeutic Secondary School provides training for human development or for the labor market. The struggle between capital and labor is spelled out in the Brazilian economic model that is contradictory in its process combining vocational and propedeutic high school with unequal investment policies. In the general context of the restructuring process, certain knowledge previously spurned, like easiness in communication, reading comprehension and abstract reasoning, nowadays, are considered important factors of production. The works of Marx (1968, 1978, 2006 and 2007), Marx and Engels (1965), Kuenzer (1988, 1997 and 2000), Saviani (1984, 2005), Chauí (1980), Bourdieu (2010), Antunes (1995 , 2001, 2004, 2006, 2009), Bruno (1996), Enguita (1993), Frigotto (1995, 2001, 2009), Gentili (1995), Paiva (1995), Ponchmann (2004, 2009), Boito (2005) , Bardin (2004), Dione and Laville (1999) and Triviños (1987), constitute the theoretical basis used for the analysis of the problem. Materialist dialectics was chosen as a method that guides the present study. The research sample consists of workers in the tertiary sector, specifically in the areas of trade and services, who conducted their studies in public schools in the metropolitan area of Goiânia, from the propedeutic model of high school. According to the evaluation of workers participating in the survey, the public high school does not allow understanding and mastering the fundamentals and principles of scientific and technological processes, especially the more complex knowledge that may enable greater autonomy to the worker, such as: - understanding and interpreting complex graphics; - better conditions for assessment and intervention on the work reality; - ability to search and select information and build new knowledge, - domain and interaction with new technologies - skills to solve complex problems on unexpected working situations. The results indicate that the propedeutic public high school still excluded from the structural reforms of the education system, supported by a socioeconomic model that promotes the subordination and precariousness of the working class to capital, from the increased extraction of added value. The Law 11.741/2008, which separates the objectives of the High School from Professional and Technical Level Middle School, reduces the propedeutic public high school to a subcategory, it maintains the duality of this education level and prevents the possibility of establishing an educational model with omnilateral, unitary and polytechnic training for most of the working class.
Palavras-chave: ensino médio
reestruturação produtiva
classe trabalhadora
mais valia
high school
productive restructuring
working class
added value
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Stricto Sensu - Doutorado em Educação
Citação: BRITO, Wanderley Azevedo de. ENSINO MÉDIO PÚBLICO: FORMAÇÃO HUMANA OU PARA O MERCADO?. 2011. 219 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/695
Data de defesa: 12-Sep-2011
Appears in Collections:Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Wanderley Azevedo de Brito.pdf25,54 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.