???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/703
Tipo do documento: Tese
Título: O EMÍLIO E O PENSAMENTO POLÍTICO/PEDAGÓGICO DE JEAN-JACQUES ROUSSEAU.
Autor: Brito, Edson de Sousa 
Primeiro orientador: Roure, Glacy Queirós de
Primeiro membro da banca: Guimarães, Ged
Segundo membro da banca: Coelho, Ildeu Moreira
Terceiro membro da banca: Ternes, José
Quarto membro da banca: Paiva, Wilson Alves de
Resumo: O tema da presente tese aborda a questão sobre o Emílio e o pensamento político/pedagógico de Rousseau: puericentrismo e formação para a cidadania. Em específico é tratada a questão da importância ou o papel do puericentrismo na formação do homem ou do cidadão. A metodologia utilizada foi a de pesquisa bibliográfica onde foram pesquisadas as obras de Rousseau e de seus principais comentadores. Entre as principais obras que foram pesquisadas destacam-se três: Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens, o Contrato social e o Emílio. Tem-se como objetivo e problema principal a análise do conceito do puericentrismo no pensamento político/pedagógico do autor. É verificado se este conceito é uma categoria de análise de onde o autor posiciona-se para elaborar sua crítica a formação do homem civil. Para melhor compreender a extensão do assunto proposto, foi necessário estudar os conceitos de homem natural, estado de natureza, homem civil e formação para a cidadania entre outros. A tese é composta de três partes. A primeira parte é considerada uma análise do pensamento de Rousseau sobre o estado de natureza e o homem natural. Destacase nesta primeira parte da tese a caracterização do homem natural e as circunstâncias que o levaram à mudança do Estado de natureza ao Estado civil. Na segunda parte é trabalhada a questão da educação. No primeiro momento é feita uma breve análise sobre o livro Emílio levantando os principais problemas ali tratados. Passa-se a analisar, no pensamento do autor, a questão da formação para a liberdade e autonomia do homem. A terceira parte da tese está dividida em três capítulos. No primeiro, é trabalhada a questão da infância no pensamento de Rousseau, onde busca-se entender qual o papel do conceito ou da ideia infância no projeto político/pedagógico do autor estudado. O segundo capítulo, aborda as ideias do autor expostas em torno do problema da desnaturação da criança. Por fim, no último capitulo é abordado a questão da educação moral, onde se tem por objetivo discutir a questão da autonomia do homem frente a formação moral para a liberdade.
Palavras-chave: Emílio
Pensamento político/pedagógico
Jean-Jacques Rousseau
Puericentrismo
Cidadania
Émile
Political/pedagogical thought
Jean-Jacques Rousseau
Puericentrism
Citizenship
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Stricto Sensu - Doutorado em Educação
Citação: BRITO, Edson de Sousa. O EMÍLIO E O PENSAMENTO POLÍTICO/PEDAGÓGICO DE JEAN-JACQUES ROUSSEAU.. 2013. 169 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/703
Data de defesa: 19-Sep-2013
Appears in Collections:Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EDSON DE SOUSA BRITO.pdf1,04 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.