???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/914
Tipo do documento: Dissertação
Título: O SENTIDO DA TOLERÂNCIA RELIGIOSA NA CONCEPÇÃO DE ESTADO MODERNO SEGUNDO JOHN LOCKE.
Autor: Aguiar Neto, Antônio Severino de 
Primeiro orientador: Garcia, Gilberto Gonçalves
Primeiro membro da banca: Ecco, Clóvis
Segundo membro da banca: Reis, Helena Esser dos
Resumo: A liberdade religiosa foi um dos temas mais debatidos no século XVII, na Inglaterra. Essa questão estava intimamente relacionada com o problema da extensão da jurisdição civil ou, ainda, da relação entre o poder civil e o poder eclesiástico. O filósofo de Wrington, John Locke, participou ativamente das discussões da época. Ele dedicou vários escritos ao tema, entre eles a Carta sobre Tolerância (1689). Nossa pesquisa sugere que a tolerância lockeana é delineada, antes de tudo, por questões de natureza política e não exclusivamente religiosa, como é defendida por muitos. A questão da tolerância diz respeito a defesa e a preservação dos direitos naturais dos homens, designado por Locke, em seu Segundo Tratado sobre o Governo, como o direito à propriedade. Por esse motivo, em um primeiro momento, nos detemos em dissertar sobre o Estado civil, visto que este se constituirá como o quadro referencial para nossas considerações acerca da Tolerância. Em seguida, procuramos discorrer sobre o entrelaçamento desmedido, apresentado por Locke em sua Carta, entre a esfera religiosa e a política, que resultavam no usufruto pleno desses direitos a uns e a privação ou a negação destes, a outros. E, por último, demonstramos que a tolerância não é algo que se deva conceder irrestritamente, pois, qualquer pessoa ou grupo que atentem contra usufruto igual e livre dos direitos naturais devem ser excluídos da tolerância.
Abstract: Religious freedom was one of the most debated topics in the seventeenth century in England. This issue was closely related to the extent of the problem of civil jurisdiction or even the relationship between the civil power and ecclesiastical power. The philosopher of Wrington, John Locke, actively participated in the discussions of the time. He devoted several writings to the subject, including the Charter on Tolerance (1689). Our research suggests that the Lockean tolerance is outlined above all, by political issues and not exclusively religious, as is advocated by many. The issue of tolerance with regard to defense and the preservation of the natural rights of men, called Locke in his Second Treatise on Government, such as the right to property. For this reason, at first, we stop to speak about the civil state, as this will constitute the reference framework for our considerations about tolerance. Then we try to talk about the excessive entanglement, presented by Locke in his Letter, between the religious sphere and politics, which resulted in the full enjoyment of these rights to some and deprivation or denial of these to others. And lastly, we demonstrate that tolerance is not something to be unrestricted grant, for any person or group acting against equal enjoyment and free of natural rights should be excluded from tolerance.
Palavras-chave: Locke
Tolerância Religiosa
Política
Igreja e Estado
Locke
Religious Tolerance
Policy
Church and State
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Ciências da Religião
Citação: AGUIAR NETO, Antônio Severino de. O SENTIDO DA TOLERÂNCIA RELIGIOSA NA CONCEPÇÃO DE ESTADO MODERNO SEGUNDO JOHN LOCKE.. 2016. 94 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/914
Data de defesa: 11-Mar-2016
Appears in Collections:Mestrado em Ciências da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANTONIO SEVERINO DE AGUIAR NETO.pdf1,15 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.