???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/708
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCarvalho, Maria Goretti Quintiliano-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0144330782033440por
dc.contributor.advisor1Tiballi, Elianda Figueiredo Arantes-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4784240E9por
dc.contributor.referee1Araújo, Denise Silva-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2754806857545880por
dc.contributor.referee2Faria, Gina Glaydes Guimarães de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8702171584840775por
dc.contributor.referee3Siqueira, Romilson Martins-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/9733311215027749por
dc.contributor.referee4Roure, Glacy Queirós de-
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4792675Z1por
dc.date.accessioned2016-07-27T13:44:52Z-
dc.date.available2014-11-14-
dc.date.issued2014-08-29-
dc.identifier.citationCARVALHO, Maria Goretti Quintiliano. AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NAS VOZES DAS CRIANÇAS.. 2014. 236 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2014.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/708-
dc.description.resumoO presente trabalho, inscrito na linha de pesquisa Teorias da Educação e Processos Pedagógicos, do Programa de Pós-Graduação em Educação - PUCGO, teve como objetivo compreender de que forma as crianças consideradas com dificuldade de aprendizagem concebem (ou não) essas dificuldades de aprendizagem e qual sua relação com o saber que lhe é apresentado pela escola. E, ainda, verificar a forma como as crianças tem participado nas pesquisas nos Programas de Pós-Graduação e nos periódicos com WebQualis A1 da Capes sobre dificuldades de aprendizagem e fracasso escolar. Foram selecionados 1444 trabalhos e 60 artigos. Para o planejamento e realização da pesquisa de campo, em escola de tempo integral em São Luís de Montes Belos - GO, bem como para a realização dos diálogos com as crianças (indicadas pelos/as professoras com crianças com dificuldades de aprendizagem), foram consideradas os trabalhos de Sarmento (2011, 2009, 2005, 1997); Sarmento e Gouvea (2009); Kramer e Leite (2011); Kramer (2009, 1996); Delalande (2011); Abramowicz (2011, 2010, 2009), Alderson (2005) entre outros. As reflexões sobre as dificuldades de aprendizagem e fracasso escolar, sobre a educação em sua forma escolar foram orientadas pelos trabalhos de Charlot (2013, 2009, 2007, 2001, 2000, 1986), Freitas (2011), Foucault (2010), Tiballi (1998), Patto (1999); Angelucci et al (2004), Faria (2008). Os resultados desse trabalho evidenciam que as pesquisas não conseguiram romper com a tradição de subjetivar as vozes das crianças e colocá-las de fato como interlocutoras nas pesquisas; que o fracasso escolar e as dificuldades de aprendizagem são pesquisados como fenômenos independentes; que as crianças continuam sendo responsabilizadas por suas dificuldades de aprendizagem e, pela situação de fracasso escolar que enfrentam; e apresenta recente movimento mudança nas pesquisas sobre o fracasso escolar e as dificuldades de aprendizagem, a partir das contribuições teórico-metodológicas da Sociologia da Infância, na construção de outras concepções e perspectivas que fundamentam as pesquisas em relação às crianças como interlocutora nas pesquisas. As vozes das crianças trazem suas concepções sobre as dificuldades de aprendizagem, sobre as atividades que realizam na escola, sobre seu relacionamento com os/as professores/as. Vozes que fazem emergir a lógica da escola, que é a de que educar significa vigiar e punir, para obter a docilidade das crianças; e que este processo de disciplinamento e de governo da infância constrói as dificuldades de aprendizagem das crianças. Vozes que revelaram a dor e a angústia do silenciamento que todo o processo desenvolvido dentro da escola desencadeia. A escola torna um lugar que paralisa. A escola é um lugar de fixidêz em um determinado lugar. Em vários momentos as crianças afirmam estar em uma ação não terminada, a tarefa escolar é uma ação sem fim.por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-07-27T13:44:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MARIA GORETTI QUINTILIANO CARVALHO.pdf: 5786182 bytes, checksum: 4a58a1db43fb08b65a06c61572c69c58 (MD5) Previous issue date: 2014-08-29eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://localhost:8080/tede/retrieve/3319/MARIA%20GORETTI%20QUINTILIANO%20CARVALHO.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de Goiáspor
dc.publisher.departmentCiências Humanaspor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC Goiáspor
dc.publisher.programStricto Sensu - Doutorado em Educaçãopor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDificuldades de aprendizagempor
dc.subjectFracasso escolarpor
dc.subjectCriançaspor
dc.subjectInfânciapor
dc.subjectLearning disabilitieseng
dc.subjectSchool failureeng
dc.subjectChildreneng
dc.subjectChildhoodeng
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor
dc.titleAS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NAS VOZES DAS CRIANÇAS.por
dc.typeTesepor
Appears in Collections:Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA GORETTI QUINTILIANO CARVALHO.pdf5,65 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.